“Golpistas” tentam impedir que Dilma diga na ONU o óbvio: golpe é golpe

Na tentativa de evitar que os principais líderes mundiais tomem conhecimento do momento político em curso no Brasil, a oposição está partindo para a censura prévia; o Solidariedade, partido do deputado Paulinho da Força (SP), decidiu pedir à Justiça Federal que impeça a presidente Dilma de viajar aos EUA para participar da cerimônia de assinatura do Pacto de Paris, na ONU; Dilma deverá usar a tribuna das Nações Unidas para denunciar o golpe contra seu mandato urdido no Senado; na avaliação da legenda, ao usar o evento para criticar o processo de impeachment, Dilma falaria sobre um “tema particular” e, dessa forma, não poderia viajar com verba pública; oposicionistas como o líder do DEM na Câmara, Pauderney Avelino, e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) também criticaram a presidente; detalhe: Paulinho virou réu no STF, o democrata foi condenado pelo TCE-AM por desvios de R$ 4,6 milhões, e o tucano foi cassado quando governava a Paraíba

Fonte: Golpistas tentam impedir que Dilma diga na ONU o óbvio: golpe é golpe | Brasil 24/7

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s