“Dilma é honrada e não está envolvida em corrupção” – Declaração de FHC surpreende e vai de novo na contramão da Oposição

Por esta declaração ninguém que tem em mente a intenção de derrubar o Governo Dilma esperava, nem Aécio Neves que constantemente divaga sobre o tema deve ter sido pego de surpresa pelas declarações de Fernando Henrique Cardoso a uma revista da Alemanha. Em entrevista à imprensa Alemã, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu a presidente Dilma Rousseff, afirmando que ela não está envolvida no escândalo de corrupção na Petrobras.

Há alguns dias foram divulgados pela imprensa brasileira que Lula e Dilma tentavam uma aproximação com FHC para conter a crise política no país e consequentemente evitar o avanço de um hipotético processo de impeachment da Presidenta Dilma Rousseff. Prontamente o ex-presidente Tucano rechaçou esta possibilidade, que para muitos significou o ápice do desespero petista, mas como podemos concluir agora, Fernando Henrique Cardoso não comunga dos mesmos pensamentos dos movimentos que convocam para manifestações e menos ainda do que tem declarado seus colegas de partido.

Fernando Henrique Cardoso não tem a mesma complacência com Lula, o que pode ser entendido de duas formas:
  • Dilma Rousseff não sabia de nada e não tem envolvimento com a corrupção que assola as instituições governamentais do Brasil, FHC e líderes Tucanos vão defender essa linha de raciocínio porque Dilma não poderá concorrer nas próximas eleições. Com isso o PSDB bancaria a manutenção de Dilma “sangrando no poder” até 2018 para que o caminho tucano até o Planalto seja facilitado pelo desgaste dela e consequentemente do PT.
  • Tucanos capitaneados por FHC poupariam Dilma dos ataques à partir de agora, uma vez que ela tem suas prerrogativas de foro privilegiado, e concentrariam toda a artilharia no sentido de desmoralização no ex-presidente Lula, isso porque se o ícone maior do PT afundar, o Partido dos Trabalhadores afunda junto com o adversário mais forte e perigoso para a eleição de 2018.


Na entrevista FHC atribui ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a responsabilidade política pelo escândalo de corrupção na Petrobras. “Os escândalos começaram no governo dele”, argumenta. “Tudo começou bem antes, em 2004, com o Lula, com o escândalo do mensalão.”

Jogo de cena para pôr em prática uma nova estratégia, ou Fernando Henrique acredita mesmo no que disse¿ No momento conturbado da política brasileira, é difícil ter certeza de alguma coisa, ainda mais quando o assunto é mesmo política, mas uma coisa é certa, se qualquer um dos delatores tivesse algo contundente contra Lula ou Dilma já teriam apresentado à Justiça para aliviar suas penas.

Questionado se Lula estaria envolvido, FHC responde: “Não sei em que medida. Politicamente responsável ele é com certeza. Os escândalos começaram no governo dele”. 

O ex-presidente, uma das principais lideranças do PSDB, afirma que era impossível que Lula não soubesse do mensalão, mesmo que nada tenha sido comprovado contra ele. FHC sugere que mesmo sem provas, a Justiça poderia constrange-lo: “Para colocá-lo atrás das grades, é necessário haver algo muito concreto. Talvez ele tenha que depor como testemunha. Isso já seria suficientemente desmoralizante”, disse Fernando Henrique aos alemães.

Dilma é honrada e não está envolvida em corrupção, diz FHC

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s