Concursados da Saúde cobram nomeações e criticam ausência do governo

rsurgente

O destaque negativo da audiência foi a ausência de representante da Secretaria Estadual da Saúde, que foi convidada a participar do encontro, mas não apareceu. (Foto: Guilherme Santos/Sul21) O destaque negativo da audiência foi a ausência de representante da Secretaria Estadual da Saúde, que foi convidada a participar do encontro, mas não apareceu. (Foto: Guilherme Santos/Sul21)

Os 664 profissionais da Saúde aprovados no concurso público realizado em 2014, que ainda não foram chamados para trabalhar, cobraram nesta quarta-feira (22) do governador José Ivo Sartori a imediata nomeação, lembrando que a Saúde é uma área essencial que apresenta sérios problemas hoje no Rio Grande do Sul. A cobrança foi feita durante audiência pública, no plenarinho da Assembleia Legislativa, que ficou lotado de concursados de várias especialidades que seguem aguardando nomeação. Segundo a Comissão dos Concursados, há hoje 1722 cargos vagos e 664 profissionais aprovados em concurso aguardando as nomeações. O destaque negativo da audiência foi a ausência de representante da Secretaria Estadual da Saúde, que foi convidada a participar do encontro.

Proponente da audiência pública, a deputada estadual Manuela…

Ver o post original 808 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s