Cid Gomes é pivô de crise no PROS, a quinta legenda que integra

Diálogos Políticos

BRASÍLIA – Menos de dois anos após deixar o PSB, por divergências públicas com a cúpula da legenda, o ministro da Educação, Cid Gomes, já é novamente pivô de uma crise partidária que ameaça sua permanência, assim como a de seu irmão, o ex-ministro Ciro Gomes, na quinta sigla à qual se filiou, o PROS. A conflagração entre a cúpula do partido e o ministro é pelo controle da legenda.

Com a autoridade e a caneta de ministro, Cid Gomes tem investido em políticos do PROS para criar um comando paralelo. Emplacou o novo líder na Câmara, Domingos Neto (CE), e, segundo seus adversários, tem minado a liderança do presidente da legenda, Eurípedes Junior. O ex-líder do PROS na Câmara, Givaldo Carimbão (AL), já defende que os irmãos Gomes deixem o partido.

— Cid tomou o partido politicamente e agora quer tomar também juridicamente. Tentei abrir os olhos do Eurípedes…

Ver o post original 456 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s