Revenge Love

Crônicas Atípicas

Perguntei pra minha mãe sobre umas fotos que ela tinha recebido há uns dois anos atrás, em 2012. Fotos minhas. Fotos inclusive que ela não deveria ter recebido em primeiro lugar. Aquelas fotos foram fruto de uma covardia severa. Não, eu não estava nua, eu não estava em nenhum ato inapropriado ou considerado constrangedor pelos meus pais, tão conservadores. Se estivesse, talvez a coisa toda seria menos errada do que foi pois a imagem é minha, a vida é minha, etc. Frase bonita “a imagem é minha, a vida é minha”. Essa frase parece errada. Pensando nesse caso em específico, pra mim se assemelha a um quadro torto na parede. O fato é que houveram fotos e existia uma ausência. Neste ano, se completam 8 anos que não moro mais nessa cidade e nem mesmo habito essa casa. Em 2012, época em que as fotos foram recebidas pelos meus desavisados…

Ver o post original 737 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s